Paulo Aquarone "Poema Multimídia"

, 27/05/2017

Detalhes

Dia 27 de Maio teremos a abertura da exposição "Poema Multimídia" do poeta Paulo Aquarone. A abertura será das 12h às 16h.
 

"O que qualquer frequentador de exposição sempre sonhou é poder tocar nos objetos e até brincar com eles. Não em todos, mas na maioria. É o que permite nessa mostra.
Com humor e inteligência Aquarone cria objetos cênicos a partir das palavras para compor uma espécie de poesia física, visual, que instiga as pessoas a brincarem com cubos, quadros e outros brinquedos. São o que ele chama de poemas multimídia, através de objetos, vídeos e instalações, nos quais se destaca o lado lúdico de cada poesia, instigando o espectador a interagir com as obras.
 
Segundo Adriana Caló “ Paulo Aquarone é autodidata, sempre que produz é de forma intuitiva, captou nos poetas Paulo Leminski, Augusto de Campos e na artista Mira Schendel, a possibilidade de expressar mais livremente sua poesia.
Poema objeto, visual, de instalação ou interativos, todas essas características demonstram sua total liberdade artística e poética.
Não ficamos inertes ao apreciarmos seus poemas, eles aguçam todos os sentidos, principalmente o tátil. Um excelente meio de poetizar a todos e em qualquer lugar. A meu ver, suas obras mereciam estar espalhadas em pontos diversos da cidade. O contato com a poesia é necessário e quando nos sentimos próximos e nos identificamos à ela, aflora o desejo de tentar algo parecido. E isto deve ser resgatado aos jovens de nossa sociedade.”
 

Paulo Aquarone "Poema Multimídia"